São Paulo, 11 de agosto de 2014.

Carta aberta à comunidade escolar.

Em nossas vidas, desde sempre, enfrentamos o bullying. Todo mundo já sofreu ou praticou bullying em maior ou menor grau. Até mesmo no ambiente familiar; é o primo gordinho, apelidado de Bolinha; a irmã alta e magra, sempre chamada de pau de virar tripa, e tantas outras denominações que também migravam para o ambiente escolar e se multiplicavam. A sala de aula foi e continua sendo palco para o bullying. Seja em instituições públicas ou particulares.

Com o advento da Internet, tal prática ganhou força e expandiu-se pelo mundo virtual com o nome de ciberbullying.  Nos nossos dias, é muito comum a divulgação de casos em que foram criadas páginas em sites de relacionamento, blogs, ou ainda a disseminação de fotos e de vídeos íntimos, além de mensagens ofensivas. Tudo isso na forma de crime contra a honra. No geral, quem recorre a esse tipo de agressão, faz isso de modo anônimo, usa e abusa da calúnia, da injúria e da difamação.

Muita gente já mudou de escola, de cidade e até mesmo acabou com a própria vida, por não suportar as consequências de ter sido vítima dessas práticas. Cabe lembrar que é muito triste observarmos que, em um mundo repleto de informações, no qual se discute tanto a importância do respeito à diversidade em todas as suas formas, e -principalmente- num momento em que a maioria das escolas tem ações de sensibilização de seus alunos contra o preconceito, a intolerância e contra o bullying e o ciberbullying, persistam -entre os estudantes- ações que vão ao encontro do que há de mais abominável quando o assunto é a relação humana.

A equipe gestora da Etec Martin Luther King, professores, funcionários e  alunos não apoiam a prática do ciberbullying. A unidade, de 2013 para cá, já teve duas edições do projeto Na Moral, que - por meio de trabalhos produzidos pelos nossos estudantes - visa à sensibilização de toda a comunidade escolar acerca de atitudes de repúdio ao preconceito, às atitudes jocosas e a outras práticas como o uso de drogas e toda e qualquer espécie de preconceito.  Assim, reiteramos a nossa crença no poder da formação cidadã.   

IEDA GUIMARÃES CARDOSO

Diretor de Escola Técnica

Etec Martin Luther King

Sugestão para a nossa ETEC

Envie sua sugestão para a nossa Etec em 2014.

Calendários 2014

Referente a reunião de pais, aguardar orientação.

 Calendário - TECNICO MODULAR 2 sem14 - NOVO (clique aqui)

TelecursoTec

CALENDÁRIO 2014 - TELECURSO.pdf (Clique aqui)

Newsletter 2014

Caros alunos/pais/responsáveis. Assine a nossa newsletter: